26 de jun de 2012

Teenage Dream


E eu só queria alguém. Alguém para abraçar até reclamar da dor aguda provocada pelo aperto. Para beijar até o fôlego acabar. Para susurrar ao pé do ouvido. Para dançar desajeitadamente uma canção do Sinatra. Para visitar qualquer lugar, afinal, lugar nenhum é o paraiso quando sua companhia se faz presente. Para dizer mentiras sinceras, forjadas para arrancar um sorriso bobo. Para cantar sem afinação alguma qualquer música que fale de amor. Alguém que respeite o meu silêncio e quebre-o sempre que necessário. Que conte as estrelas e enumere-as em meu nome. Alguém que dedique um trecho de Shakespeare para mim.
 Alguém para chamar de meu.


4 comentários:

  1. Vii suas dicas de livros,acho que nosso gosto não combina!kkk
    Gosto de livros mais simples,esses me deixam confusa
    bj morangocom.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, como dizem: "cores, gostos e amores não se discutem" Mas valeu a tentativa :)

      Excluir

Bem-vindos ao Primeiros Erros!
Atenção: nem todos os textos, imagens e demais conteúdos do blog são de minha autoria. Para maiores informações, críticas ou sugestões, entre em contato através de comentários.


Solte o verbo! Comente!