15 de mar de 2012

Teenage Dream



Para sempre lembrarei de todas as risadas soltas, do vento noroeste soprando sobre o seu cabelo, do seu cheiro, doce e cálido, que ainda paira  no ar. De todas as frases que me fizeram suspirar e das mensagens que roubaram-me as palavras. Das poesias pronunciadas ao nascer do sol e da elegância dos seus versos descuidados. Dos planos impecáveis de uma futura vida quase perfeita. Para sempre lembrarei do nosso eterno que nada perdurou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem-vindos ao Primeiros Erros!
Atenção: nem todos os textos, imagens e demais conteúdos do blog são de minha autoria. Para maiores informações, críticas ou sugestões, entre em contato através de comentários.


Solte o verbo! Comente!