12 de mai de 2012

Registros de um instante qualquer...

"Como esse mundo dá voltas..." aposto que você já deve ter ouvido esta expressão e também creio que ela resuma exatamente tudo que está acontecendo atualmente.
É curioso, e de certo modo engraçado, como tudo acontece. Em um dia qualquer você desaba em lágrimas e algumas semanas depois esquece até dos motivos que geraram tamanho aguaceiro. Como dizem, nada é eterno. 
O que mais me surpreende, entretanto, é a grandeza da dissimulação, dissimulação esta que alastrou-se como um vírus capaz de aniquilar o mínimo de caráter que determinados sujeitos possuem.
O indivíduo, sem nenhuma convicção, proclama o seu nome aos ventos, juntamente com uma porção de calúnias sem fundamento, e após um determinado período resolve voltar atrás e simular uma amnésia total, fingindo esquecer de tudo que aconteceu. Citando palavras populares novamente, acredito que quem sofre possui uma memória muito mais eficaz do que aquela de quem o agride. É tão fácil apagar algo que não faz diferença para você, afinal, quem atira a pedra não sente a dor da pancada.
Mas volto a dizer, o mundo admira-me muito e as suas voltas e reviravoltas ainda prometem muita ladainha.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem-vindos ao Primeiros Erros!
Atenção: nem todos os textos, imagens e demais conteúdos do blog são de minha autoria. Para maiores informações, críticas ou sugestões, entre em contato através de comentários.


Solte o verbo! Comente!