20 de out de 2011



Se me liberto, liberto-me dos pensamentos, dos antigos escritos, me defino em mim, no que tenho e estou sendo. Não vamos aos extremos, não abandonemos os grandes sábios e suas urgências perante o mundo, porém não convém errar em busca de aprendizado, acertar ou errar será sempre consequência, no entanto não existe consolo no erro, nem deve haver  apego.  


Desapego total aos erros. Aprende: o acerto é nesse passo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem-vindos ao Primeiros Erros!
Atenção: nem todos os textos, imagens e demais conteúdos do blog são de minha autoria. Para maiores informações, críticas ou sugestões, entre em contato através de comentários.


Solte o verbo! Comente!