22 de fev de 2012

Minha  força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de  grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.

Eu gosto da noite. Sem a escuridão, não poderíamos ver as estrelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem-vindos ao Primeiros Erros!
Atenção: nem todos os textos, imagens e demais conteúdos do blog são de minha autoria. Para maiores informações, críticas ou sugestões, entre em contato através de comentários.


Solte o verbo! Comente!